Romeu & Julieta e Vampiros, Claudia Gabel

Olá! Hoje a resenha é do livro Romeu & Julieta e Vampiros, uma releitura do romance clássico.

Informações:
Título:                       Romeu & Julieta e Vampiros
Editora:                    Pandorga
Ano:                          2011
Páginas:                    230
Autora:                     Claudia Gabel
Sinopse: Os Capuleto e os Montéquio têm diferenças profundas e significativas. Diferenças de sangue. É claro que os Capuleto podem escapar de sua sina de vampiros, assim como os Montéquio podem tentar não matar seus inimigos mortos-vivos. Mas no fim das contas, não há como deter a rivalidade mortal que existe entre eles. Problemas sérios surgem quando Julieta, prestes a tornar-se vampira, e Romeu, o humano que deveria caçá-la, apaixonam-se desesperadamente. Não fazem idéia do perigo que esse amor representa ― ou do que acabará acontecendo com suas vidas... Essa guinada turbulenta na maior história de amor proibido de todos os tempos é de matar de emoção.

Quando comprei este livro, não esperava que este me surpreendesse, pois desde o início eu já deduzia como a estória iria acabar e eu estava certa, a estória acaba do jeito que eu deduzi.
Você provavelmente conhece a história original de Romeu & Julieta, de William Shakespeare, já deve ter visto várias adaptações, versões e etc: Duas famílias diferentes. Duas famílias rivais. Dois apaixonados. Duas mortes trágicas.
Neste livro, conhecemos a mesma estória, a família dos Capuleto e a família dos Montéquio. As duas famílias são rivais, porém, neste caso, são rivais pois a primeira é uma família de vampiros e a segunda, de caçadores de vampiros.
Vampiros, certamente, não podem viver em paz com humanos sem se sentirem tentados á se alimentarem deles, ou transformá-los também em um deles. Então, o príncipe Radu, o novo governante decide colocar em prática um tratado de paz na Valáquia, forçando uma trégua entre os Capuleto e os Montéquio. Será possível as duas famílias viverem em paz?
" Temos o amor, enquanto tivermos isso, estará tudo bem. " - Romeu, pág. 147
Como em várias outras estórias, sempre nos deparamos com "regras" diferentes quanto á transformação dos vampiros e neste livro, eles nascem humanos normais, mas ao completar 16 anos, devem fazer um ritual onde devem caçar por conta própria e tomar todo o sangue de um humano, do contrário o vampiro em transição morrerá.
Então, conhecemos primeiro, Julieta, a filha do lorde e lady Capuleto, que antes de completar seus dezesseis anos, não está nada feliz com a chegada do momento em que deve matar e beber sangue humano pela primeira vez, pois acha isso errado e pensa que os humanos não merecem esse destino.
Porém, seus pais são muito rígidos e nunca dão ouvidos á Julieta, mandando e desmandando, inclusive conseguindo um casamento arranjado para a filha com um homem de influência ao príncipe para que Radu retire o tratado de paz e os Capuleto possam estar livres para se alimentarem de humanos e, assim, obterem mais poder. Enquanto isso, conhecemos Romeu, um Montéquio jovem que ainda não matou nenhum Capuleto, porém está apaixonado por uma delas, a até então humana, Rosalina.
No pouco tempo antes de se tornar vampira, Julieta é obrigada a comparecer ao baile dos Capuleto, onde encontra seu desagradável noivo. Romeu também decide comparecer a este baile de vampiros, e leva consigo seu primo Benvólio e o amigo, Mercúcio.
Inicialmente, o plano de Romeu seria se aproximar de Rosalina, no entanto, ele acaba encontrando uma linda donzela por quem sente uma grande atração e esta, por ele o mesmo.
Logo, a moça é obrigada a deixar Romeu e acompanhar sua ama em uma conversa particular, e este, acaba indo embora. Mais tarde, ele descobre que a moça com quem conversava é Julieta Capuleto, que em breve se tornará vampira. Poderá esse amor ser mais forte que a briga entre as duas famílias e, principalmente, mais forte que o desejo por sangue de Julieta?
Gostei deste livro por, apesar de não me surpreender, ser uma leitura muito cativante, onde nos pegamos torcendo pelo amor dos mocinhos e até rimos com os comentários zombadeiros do primo e o amigo de Romeu, a respeito de seu gosto peculiar por mulheres vampiras. Outro ponto positivo do livro, é por a narrativa ser divida entre o lado de Julieta e o de Romeu, tendo nós assim, uma visão ampla do que está acontecendo nos dois locais.
O final também foi bem interessante, indico o livro totalmente e, como ele é bem curto, é uma ótima dica para se passar o tempo e ainda se deliciar com uma doce estória de amor acompanhada por elementos sobrenaturais!

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★

Nenhum comentário:

Postar um comentário