Claro Que Te Amo!, Tammy Luciano

Olá, pessoal! ( ≡  ^ 3 ^  ≡ ) Hoje venho com resenha de livro nacional que, infelizmente, não foi uma experiência tão boa.

Informações:
Título:                       Claro que te amo!
Subtítulo:                  A felicidade pode chegar quando MAIS esperamos
Gênero:                     Romance, Literatura Nacional
Editora:                    Novo Conceito
Ano:                          2013
Páginas:                    320
Autora:                     Tammy Luciano
Sinopse: Piera tem certeza: está cometendo a maior loucura da sua vida ao assistir, escondida, ao casamento de seu ex-noivo. Depois de seis anos de relacionamento, entrar de penetra na comemoração foi tudo que André deixou para ela. E olhar a cena não a faz feliz, mas encerra uma fase de sua vida. Hora de recomeçar. Mas como recomeçar se seu coração está cheio de dor? Envolver-se com a história de Piera é como descobrir que sempre há um lado muito bom a ser revelado… Mesmo que tudo pareça tão difícil!


Piera tem dezenove anos, é jovem mas teve uma vida marcada pelas inseguranças e abandonos. Sua mãe abandonou-a depois de seu nascimento, colocando-a aos cuidados somente do pai, e seu namorado por seis anos e noivo, André, acabou de terminar com ela, sem mais nem menos. E o pior é que ela descobriu que ele não só tinha outra garota, como também recebia ajuda da família para escondê-la.
Agora Piera está assistindo ao casamento de André para, mais ou menos, dizer ao seu cérebro que acabou e aceitar a realidade, que um relacionamento de seis anos teve fim. Ela se sente desolada, mas a vida pode lhe trazer muitas surpresas.
Depois de ver tantas pessoas comentando positivamente sobre a Tammy Luciano, finalmente fui conferir uma de suas obras. Atraída pela diagramação linda de Claro que te amo!, com borboletas e flores, sofri uma enorme decepção.
A narrativa é em primeira pessoa, e  Piera é simplesmente a personagem mais irritante deste livro. Tudo bem que ela sofreu bastante, todo mundo sofre, mas ser uma pessoa que pensa que a vida é só isso, que toda pessoa que ela conhecer vai fazer o mesmo com ela? Que qualquer problema que ela tem é o fim?! Isso é o cúmulo da auto-piedade.
A protagonista parece que gosta de sofrer! Mesmo com o ex-noivo tendo abandonado-a e se casado com outra, ela ainda fica remoendo a história deles, mencionando a todo capítulo como tudo acabou o quanto está magoada. Drama sem fim.
Piera também me irritou por nunca tomar uma atitude, ficar sempre cômoda.  Por exemplo, várias vezes ela namorava não gostando da pessoa, não terminava somente pela sensação de estabilidade. Além disso, a protagonista era sempre muito infantil. Sinceramente, gostei muito mais de outros personagens, como suas amigas e seu pai, que ela mesma.
Uma coisa que eu não entendi foi o título. "Claro que te amo!" é a frase de André quando ele terminou com Piera. Por que colocá-la como o título do livro? Não é atribuir importância demais á ele, que foi tão desprezível o livro todo?!
Foram poucas coisas que gostei neste livro. De fato, a escrita da autora é bem leve e fluída, e gostei dos assuntos abordados; família, perdão, a forma como as pessoas podem sabotar a elas mesmas sem perceber, como tudo acontece em algum momento...
Mas, de forma geral, foi uma leitura que me irritou muito e não recomendaria este livro, nem leria de novo.

Avaliação:
★ ★ ☆ ☆ ☆
Compre aqui.