Pure Trance

Olá! Hoje irei resenhar um mangá bem diferente dos que costumava ler, que me apresentou à esta autora tão interessante.

Informações:
Título:           Pure Trance
Editora:        Last Gasp
Ano:              2006
Gênero:         Fantasia
Autora:         Junko Mizuno
Volumes:       1
Sinopse: Após a Terceira Guerra Mundial, a humanidade deixou a superfície tóxica da terra e construiu uma cidade subterrânea para sobreviver. Um grave problema social surgiu nesta nova sociedade: hyperorexia, ou comer demais, um efeito colateral da pílula de sustento Pure Trance. Esta sonhadora fantasia da ficção científica - uma história sexy de brigas, aventuras safári alienígenas, experimentação do mal, e uma garota que sonha em se tornar um ídolo pop é a novela gráfica de estréia muito esperada da famosa artista de mangá japonês Junko Mizuno. Pure Trance quebra todos os estereótipos de mangá shojo (quadrinhos para meninas).

Conheci a autora de mangá Junko Mizuno por acaso no blog Nerd Somos Nozes e logo me interessei muito por suas obras. Junko Mizuno é conhecida por fugir totalmente dos padrões de mangá shoujo, criando universos fantasiosos e absurdos onde é impossível ter algum senso.
Logo adianto que você não deve procurar sentido algum nas páginas de suas obras, senão, pode não curtir muito. Outra coisa que marca muito as obras de Junko Mizuno são a presença de coisas fofinhas (kawaii) junto á coisas violentas.
Pure Trance, sua obra de estréia, traz a estória de um mundo pós guerra. Não sabemos ao certo o que causou essa guerra, sabemos apenas que ela intoxicou o mundo que conhecemos e, por isso, os humanos se viram obrigados a construir um novo mundo no subterrâneo da terra, deixando tudo que conheciam para trás.
Não havia mais como criar animais e plantas, portanto, muitos sofriam com a escassez de alimentos. Isso fez com que fosse criada a pílula Pure Trance, que substituía a comida. Pure Trance possuía aromas e gostos de diversos sabores e muitas pessoas se viram viciadas nessas pílulas, causando o problema de comer em excesso. Conhecemos então o dia a dia das enfermeiras do Centro 102, o hospital onde se é tratadas pessoas que possuem este problema.
Foi super interessante conhecer este universo totalmente sem noção criado pela autora. Não há exatamente uma personagem principal, então vamos acompanhando o desenrolar da vida de várias, que acabam se interligando vez ou outra.
Outro ponto super interessante são as curiosidades que a autora colocou ao final das páginas, explicando mais sobre os elementos da estória. A estória possui uma linguagem e cenas por vezes vulgar e violenta, então acredito que quem não curte estórias um pouco pesadas não vai gostar muito.

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★
Infelizmente não foi publicada a tradução deste livro no Brasil mas eu traduzi e coloquei aqui para download, para quem se interessar.