My Unfortunate Boyfriend

Oi, pessoal! ʕ◉ᴥ◉ʔ Hoje trago a resenha de um dorama muito fofo que vi recentemente, sem nenhuma expectativa, após descobrir no YouTube. E quem quiser, adicione no MyDramaList ou Filmow, para acompanhar o que ando assistindo e irei trazer resenha para o blog. 

Informações:
Título:               My Unfortunate Boyfriend/ 나의 유감스러운 남자친구/
Gênero:             Romance, Comédia, Drama
Ano:                   2015
Episódios:         16
Elenco:             No Min Woo, Yang Jin Sung, Jung Yoon Hak, Han Hye Rin, Kim Eun Jung, Kim Byung Se
País:                  Coreia do Sul
Emissora:          MBC
Sinopse: Sobre uma mulher que não tem nenhum escrúpulo em mentir para conseguir o que quer e seu namorado, um homem que é honesto sem uma falha, o drama vai demonstrar como seu romance improvável acaba por ser o verdadeiro amor. Se eles assumem os papéis, No Min Woo vai interpretar o homem que acredita em viver de verdade,e Yang Jin Sung vai interpretar alguém apenas começando em um trabalho corporativo, determinado a vencer a qualquer custo. [sinopse retirada do MyDramaList]


Ji Na é uma mulher sem medo de mentir nem fazer inúmeras invenções para passar a imagem bem sucedida que deseja. Ela finge vir de uma família rica, ter tido uma boa educação e "omitindo" várias coisas, consegue passar em uma entrevista de emprego para uma grande empresa de publicidade.
Ji Na
Nesta empresa ele conhece o jardineiro Tae Woon, um homem muito bonito, inocente e infantil, e que ama plantas, também se destacando por suas excentricidades; tem poucos amigos e parece não saber se relacionar muito bem socialmente. Ele é conhecido como Senhor Infeliz, pois diz a lenda dos funcionários que quem se envolve com ele passa a ter muitos momentos infelizes na vida.
Tae Woon
Ji Na não duvida desta lenda, pois o primeiro contato com ele não foi nada agradável mas, desde que começa a trabalhar naquela empresa, fica impossível se manter longe de Tae Woon e acaba tendo que usá-lo diversas vezes em seus projetos para a empresa, além de haver uma certa atração entre os dois.
Fazia tempos que não ficava tão viciada em um dorama! No começo eu não estava gostando tanto, achava algumas coisas muito bobinhas, apesar de engraçadas, mas, aos poucos, o enredo foi me ganhando e me senti instigada por causa dos conflitos e intrigas que começaram a surgir.
Ji Na me agradou por fugir daquele clichê de garota boba e sonsa. Pelo contrário; ela é muito esperta mesmo, sabendo sempre improvisar quando precisa. Aos poucos vamos entendendo o porquê de ela precisar tanto criar uma imagem diferente para conseguir o trabalho, vamos entendendo sua história, que tem grandes marcas familiares.
Tae Woon, por sua vez, não foi de cara um personagem que gostei. No começo, achei-o muito bobo mesmo, chegando a ser um pateta. Ele era inocente e infantil ao extremo, de uma forma muito patética. Mas, aos poucos, comecei a ver nele certa atitude, ainda que mínima, e fui gostando, percebendo que sua inocência fazia parte de sua personalidade. Assim como Ji Na, ele tem um passado familiar que é explorado mais a frente e, quando entendemos, compreendemos porquê de seu amor pelas plantas e porquê ele esteve sempre solitário. Este mistério sobre o passado dos dois personagens nos incita e traz muitas revelações surpreendentes ao desenrolar.
Depois que comecei a gostar de Tae Woon, comecei a shippar muito os dois, por serem tão fofos juntos! No começo, fiquei com certa pena de Tae Woon, por Ji Na tratá-lo tão mal em vários momentos, mas depois eles vão se aproximando cada vez mais, de forma que não ficou forçado ou apressado.
Hee Chul
Hee Chul, chefe da Ji Na, me agradou muito desde o começo, por ser um líder tão fofo e atencioso. No começo, quando eu não gostava muito do Tae Woo, eu costumava shippá-lo com a protagonista, mas depois fiquei dividida entre os dois, apesar de saber que o casal principal é Tae Woon e Ji Na.
Há um pequeno triângulo amoroso, que me deixou divida por gostar dos dois homens, me deixando irritada e triste com algumas cenas. Foi uma experiência bem diferente, nunca havia acompanhando um triângulo amoroso onde eu gostava dos dois personagens desta forma. Sei que muita gente que assistiu não gostou de Hee Chul, e eu entendo; ele teve muitas atitudes que me desagradaram.
Na verdade, todos os personagens me desagradaram em algum momento, por suas ações, mas eu até gosto quando isso acontece, pois mostra o quanto eles são bem construídos e humanos, de forma que erram e acertam.
Hye Mi
Desta forma, não odiei para valer nenhum personagem *inédito em doramas*, mesmo a Hye Mi, outra personagem de destaque, filha de um homem importante para a empresa, que trabalhava com Ji Na, e consequentemente, importante para Hee Chul. Ela era a típica mulher rica e acostumada a ter tudo o que queria, apesar de se esforçar sempre, e a mania dela de agradar Hee Chul e sabotar Ji Na me irritou muito. Mesmo assim, não a odiei todo momento e até torci para que ela alcançasse seu objetivo.
Uma personagem que me irritou profundamente, por mais que ela não ganhasse tanto destaque, foi a Mal Sook, amiga desde a adolescência de Ji Na. Curiosamente, as duas eram amigas em Bride Of Century também, mas aqui ela tem muito mais participação. Não gostei nem um pouco dela, que costumava se meter demais nos assuntos da Ji Na, apesar de apenas querer seu bem. Há alguns outros personagens, como os colegas de escritório de Ji Na e os amigos de Tae Woon. Gostei muito deles, principalmente dos segundos, que sempre interpretavam o que Tae Woon contava de forma completamente errada e engraçada.
Os últimos acontecimentos me fizeram não parar de assistir, curiosa sobre o que aconteceria. Me surpreendi com vários rumos que a estória tomou. Quando chegou no último episódio, devido aos inúmeros acontecimentos, pensei que não daria tempo de concluir bem, e fui surpreendida positivamente. O desfecho foi sem pressa, de forma muito fofa. Houve uma coisinha que não gostei e achei meio clichê e desnecessária, mas de resto adorei e não senti que faltou nada relevante, apenas um detalhezinho sobre Hee Chul ficou solto.
Os episódios são sempre leves e divertidos mas á medida que novos capítulos surgem, são intensificados com alguns conflitos e intrigas. Estes conflitos fugiram bastante dos clichês de outras estórias, me surpreendendo novamente. Além do adorável romance e cenas divertidas, este dorama trabalha alguns pontos interessantes, como perdão, reconciliação, honestidade e ambições.
My Unfortunate BoyFriend foi um alívio para mim, que só vinha assistindo, infelizmente, doramas com os clichês de sempre; rapaz rico, frio, arrogante, mocinha pobre, cheia de sofrimento e famílias que não querem que os dois fiquem juntos. Gostei muito mesmo e, após assistir ao último episódio, imediatamente quis recomeçar.

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★
Assista aqui.
Obs: Nos vídeos consta "eng sub", mas, após ativar as legendas, você pode traduzir para qualquer idioma. 

 🌠 Bônus 🌠
encontrei aqui
#Doramas

Nenhum comentário:

Postar um comentário