Leituras Aleatórias

Oi, pessoal! ( ̄︶ ̄) No meu perfil no Skoob, há várias livros, mangás e contos que não pretendo fazer uma resenha inteira sobre por serem tão curtos.
Então tive a ideia de pegar todos estes que sobraram e jogar em um post só, fazendo comentários curtos e objetivos sobre estas leituras. O link para quem quiser conhecer a obra melhor, estará no título de cada um!



O Rouxinol e a Rosa, Oscar Wild - Sinopse: É uma linda história onde um passarinho tenta salvar um romance procurando uma rara rosa vermelha. É delicado e muito tocante.
♡Li este conto há muitos anos, quando eu ainda estava no ensino fundamental e, olha, o final foi tão chocante e triste para mim que eu nunca me esqueci. Nesse ano, resolvi procurar na internet para ler de novo e, mais uma vez, fiquei triste. Mas é um bom conto, de fato emocionante. 
Chefe - todo mundo tem, Maria Cristina Von Atzingen - Sinopse: Chefe é alguém que exerce controle sobre suas atividades ou que o manda fazer coisas que você detesta. Saiba que todo chefe e chato e que e normal odiá-lo. Se isso o faz se sentir melhor. Mas cuidado: neste livro, seu chefe irá dizer o que pensa de você. 
♡Este é um dos primeiros livros da minha coleção, que mostra os vários tipos de chefe que podemos ter ao longo de nossas vidas e como eles podem ser tiranos. São situações muito divertidas, apesar de eu não ter me identificado porque nunca trabalhei hahaha
Tosco, Gilberto Mattje - Sinopse: Um jovem comum, reflexo de tantos outros empenhados em viver ou, muitas vezes, apenas sobreviver.
De forma simples e direta, Tosco reflete sobre a condução da própria vida. Faz uma leitura de algumas razões afetivas envolvidas em seus comportamentos e atitudes.
Em seu desafio de sobreviver, ter aprendido a pensar no porquê das coisas parece ter sido a sua grande descoberta. 
♡Este livro eu li há uns dois anos, para um projeto da escola e, de fato, é bem interessante e serve para alertar os jovens dos perigos das drogas e álcool. Mas, apesar de ser uma estória bacana, penso que poderia ser mais aprofundada. Como se trata de um livro educativo, juvenil, o autor fez algo curto para o jovem não querer abandonar (dá para ler em um dia) mas isso não permitiu a aprofundação certa, para causar mais empatia e, de fato, chocar e comover o jovem.
 
Provérbios de Buda, William Castro - Sinopse: Sidarta Gautama, popularmente conhecido como Buda, foi um príncipe da região do atual Nepal que se tornou professor espiritual e fundador do budismo. A palavra buda significa "o desperto". Seus discursos e aconselhamentos foram preservados depois de sua morte e repassados para outros povos pelos seus seguidores. 
Este livro traz alguns dos ensinamentos mais profundos de Buda que irão de alguma forma mexer com você. 
♡Encontrei este livro por acaso na amazon e, como gosto desse tipo de leitura reflexiva, comecei a ler. São provérbios e frases curtas, mas aconselho a ler um por um sem pressa, absorvendo bem as reflexões. Mesmo quem não segue a religião pode gostar de refletir sobre as questões mais profundas da alma humana.
As aventuras de Tarepanda, Suemasa Hikaru - Sinopse: Oneshot bem colorida e visual mostrando as desventuras de um panda.
♡Se eu fosse usar apenas uma palavra para descrever este mangá é FOFO! O Tarepanda é uma gracinha fofa e este mangá, colorido, mostra suas aventuras quando os donos saem de casa. É tão fofo que eu vou deixar um gif para vocês, aqui. De modo geral, é apenas um entretenimento mesmo, sem nenhum conflito, mistério. 
Alice in Wonderland, Coletânea de One-Shots - Sinopse: Essa antologia apresenta ilustrações, mangás e one-shots com o tema de ”Alice no país das maravilhas”. Alguns são muito hilários, outros levemente perturbantes, e outros, por sua vez, fofos.
♡Eu adoro o tema Alice in Wonderland e, quando soube dessa coleção de one-shots, onde cada autor cria sua própria versão daquele mundo, moderno ou não, imediatamente quis ler. Alguns contos são realmente bons e misteriosos, mas há outros que são confusos e que não prendem. Mas as ilustrações, em sua maioria, são realmente lindas!
The Life of Momongo, Norimizu Ameya e Junko Mizuno - Sinopse: Apropriadamente, talvez, Junko Mizuno fez sua estréia como uma artista de mangá em uma revista de rock, H. Seu estilo tende para os extremos: Ela desenha shoujos fofos com sorrisos radiantes que acontecem também de estar carregando caveiras ou brincar com cadáveres. Sua base de fãs tende a ser jovens com gostos afiados à frente de seu tempo, e talvez seja por essa razão seu trabalho provoca sobrancelhas levantadas e comentários do tipo: "O que é isso?" dos chamados adultos normais que olham para seus mangás ... Norimizu Ameya, colaborador de Mizuno em Momongo, é um artista visual contemporâneo e líder do grupo de arte tecnocrata. Seu trabalho tem sido exibido com a do artista de mangá de Takashi Nemoto, Boredoms, o vocalista da Yamataka Eye, Makoto Aida (Veja Mutant Hanako), e outros.
♡Mais um trabalho amável desta artista espetacular que li! Neste mangá one-shot, conhecemos Momongo, uma personagem que se sente deslocada, em um mundo estranho onde as pessoas acasalam com qualquer coisa apenas para ter herdeiros saudáveis. Mais um enredo absurdo envolto em traços fofos. 
Hell Babies, Junko Mizuno - Sinopse: (...)Suas ilustrações da figura feminina combinam vários elementos, um olhar bonito de anime, ainda por um maníaco torção transgressivo em algumas cenas (chuva de sangue, facas de açougueiro), concurso, por vezes, vicioso em outros. Mizuno comunica os muitos aspectos a sexualidade feminina de uma maneira que provoca uma reação no espectador - confusão, o riso, medo, nojo, incrédulo. (...)
♡Mais Junko Mizuno, há. Este não é bem um livro ou uma HQ, pois traz ilustrações muito elaboradas e fofinhas da autora. É mais um livro para colecionar (quero ainda comprar a versão física mas o preço está meio salgado, com o dólar subindo sempre ╥﹏╥), mas gostei do fato de que a autora criou um personagem e características para cada pessoa que apareceu no livro.
Deep Blood Night, Lee Sun-Young (+18) - Sinopse: Ano XXXX, A Era do Caos, um ditador conhece um vampiro que despertou de 300 anos de torpor e está sedento por um pouco de sangue gostoso.
♡Neste mangá futurístico, um poderoso vampiro desperta após 300 anos de sono profundo. Ele conhece um ditador e os dois decidem fazer uma troca. Decidi lê-lo apenas por ser um manhwa (mangá coreano) yaoi, e não tem mais que isso. Há bastantes cenas de sexo, e é um mangá bem curto então o enredo é apenas uma base.
Hush, Hush Graphic Novel, Becca Fitzpatrick - Sinopse: A série Hush, Hush teve ao todo quatro volumes chamados, no Brasil, de Sussurro, Crescendo, Silêncio e Finale. Com o sucesso do livro, a obra começa a ser adaptada para Graphic Novel por Derek Ruiz e ilustrada por Jennyson Rosero, David Pinos e Mel Joy San Juan, ainda está em produção.
Para Nora Grey, romance não fazia parte dos planos. Ela nunca se sentiu atraída por ninguém de sua escola, não importa o quanto sua amiga Vee os empurravam para ela. Isso até Patch aparecer. Com seu sorriso fácil e olhos que pareciam a penetrar, Nora é atraída por ele contra sua própria vontade. Contudo, depois de uma série de acontecimentos aterrorizantes, ela não sabe em quem confiar. Patch parece estar em todos os lugares que ela vai e a conhece mais do que sua melhor amiga. Ela não consegue decidir se cai de vez em seus braços ou se deve fugir e se esconder. Quando Nora busca por respostas, ela encontra-se perto de uma resposta mais pertubadora do que os efeitos que Patch causa nela. Isso porque Nora está numa encruzilhada entre imortais e aqueles que caíram e, quando é preciso escolher, a decisão de Nora pode custar sua vida!
♡Sou apaixonada pela série Hush, Hush, tanto que estava louca para ler a graphic novel. Procurei e baixei para ver como era. 
Através dos quadrinhos, é contada a mesma estória do primeiro livro, Sussurro, com Patch chegando na chuva e etc. Os diálogos são quase os mesmos, também. Então, nisto, se manteu fiel ao livro. Diferente do que eu pensava, o primeiro volume da graphic novel não acaba onde Sussurro acaba e sim bem antes (quando Nora e Patch estão no Boderline, pela primeira vez). Mas não há um segundo volume ainda publicado...será que não fez sucesso? 
Foi bem legal acompanhar a estória, vendo todo o cenário, mas o que me incomodou bastante foram os traços dos desenhos. Ficou tudo muito erotizado, sabe? Estilo Marvel. Isso me incomodou porque Sussurro é um livro indicado para o público jovem, de quinze anos, dezesseis anos, e não acho legal ser tão maduro. Tudo bem que os amassos de Nora e Patch eram um pouco quentes, mas os traços dos livros estão exagerados. Mesmo assim, gostei de ler e acho que os fãs da série também podem gostar.
50 tons de rosa, Martinha & Friends  - Sinopse: Quando Jujubastácia Spirro entrevista o jovem empresário Tristian Gaylor, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Jujuba se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Gaylord, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito atrapalhado de Jujuba, Gaylor admite que também a deseja — mas em seus próprios termos.
Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências do bofe, Jujuba sequer hesita. Ela parte para dentro do relacionamento conturbado e cheio de nuances de tons rosé. Por trás da fachada de sucesso — os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família —, Gaylor é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Jujuba não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que ela mesma curte intensamente, mas tenta manter escondidos…
♡Nunca tive vontade de ler a trilogia 50 Tons de Cinza, por tanta gente comentar e eu acabar sabendo tudo, mas decidi abrir este livro, que é uma paródia, no Kindle apenas por diversão. E, realmente, me diverti muito! Traz uma versão bem sem noção e cheia de críticas à obra original. Não é uma leitura enriquecedora nem nada do tipo, mas é um ótimo entretenimento. 
Battle Royale, Koushun Takami - Sinopse: No país chamado Grande República do Leste Asiático, o governo autoritário realiza de tempos em tempos um experimento conhecido como O Programa, um jogo mortal televisionado para o país inteiro. As "cobaias" do experimento são selecionadas entre as classes do último ano do ensino médio de todo o país. As regras do jogo são simples: matar ou morrer até restar apenas um aluno sobrevivente. Os 42 alunos do 3º ano B jamais poderiam imaginar que sua classe seria a escolhida para fazer parte desse jogo de vida ou morte!
♡Faz tempos que queria ler o livro de Battle Royale e, como também adoro mangás por ser uma leitura mais rápida, comecei a lê-los. O primeiro me prendeu muito, quando eu estava curiosa para entender as regras daquele reality show doentio e as cenas de morte são realmente fortes e chocante. Atualmente estou no sexto volume, de quinze, e lendo aos poucos, porque ás vezes acho que fica cansativo, mas estou gostando.
Dom Casmurro, Machado de Assis - Sinopse: Publicado pela primeira vez em 1900, Dom Casmurro é o romance mais famoso e polêmico de Machado de Assis. Ambientado no Rio de Janeiro do século XIX, é narrado por seu protagonista: Dom Casmurro, um velho solitário e frustrado que, em virtude de sua "simpatia", recebe esse apelido de um conhecido.
O personagem busca, por meio da narrativa, rememorar e compreender fatos do seu passado, principalmente os que envolvem uma mulher: Capitu, a personagem mais intrigante e misteriosa da literatura brasileira.
A polêmica toda se centraliza em uma dúvida: Capitu é ou não culpada de adultério? Os fatos até podem indicar que sim, mas o leitor não pode deixar de atentar para um fato: Bento Santiago - o Dom Casmurro -, além de narrador, é advogado. Não teria ele todos os atributos intelectuais para envenenar a narrativa, de modo a levar o leitor a condenar Capitu?
Obra lida no mundo todo, por sua genialidade, não pode deixar de ser deliciada pelo leitor brasileiro.
♡Este livro eu li para a escola e, ugh, como eu detesto ler por obrigação. Automaticamente, odiei tudo. Mas, sinceramente, dando minha opinião sem birra, é uma boa estória que deixa curiosidade sobre o que todo mundo debate até hoje mas a forma como foi escrita é cansativa demais. 
Triste fim de Policarpo Quaresma, Lima Barreto - Sinopse: Lima Barreto, um dos principais expoentes do chamado Pré-Modernismo brasileiro, foi um crítico mordaz da vida carioca no período da primeira república. Ele recriou o panorama social da existência miserável e triste dos subúrbios. Triste Fim de Policarpo Quaresma (1915) é considerado sua obra-prima. O romance traça o destino tragicômico de um homem tomado pelo patriotismo ingênuo, em quixotesca luta contra a corrupção dos políticos.
♡Mais um livro lido por obrigação. (๑•̀ㅂ•́)و✧ Neste, é contado as aventuras de Policarpo, um homem muito, muito patriota ao extremo. Sinceramente, acho esse enredo uó de bobo. Mas, fazer o que, não pode criticar clássico que o povão fica agressivo hahaha 
A Princesa Assustadora, E. S. Mooney - Sinopse: A mais detestável das colegas de classe das Meninas Superpoderosas tem um novo plano na manga. Com seu dinheiro, a Princesa Morbucks pode comprar um monte de coisas bonitas que Lindinha adora, e se aproveitando dessa fraqueza da mais meiga Menina Superpoderosa, ela está ganhando a confiança de Lindinha em alto estilo! Conseguirão Florzinha e Docinho afastar a irmã dessa perigosa herdeira...antes que ela dê um jeitinho de ser a quarta Menina Superpoderosa?
♡Este livro amorzinho é um dos poucos que ainda tenho de quando eu era criança, e amo. É uma estórinha bem bobinha, sobre esta aventura das Meninas Super Poderosas contra a Princesa, que quer comprar tudo e todos, até mesmo poderes. Tem um monte de ilustrações fofinhas e vem com adesivos (pena que tirei os adesivos quando era mais nova </3).
Uma professora muito maluquinha, Ziraldo - Sinopse: Linda, amável e cheia de idéias novas para manter a classe animada, a professora do interior é mais uma das geniais personagens "maluquinhas" do escritor e cartunista Ziraldo, numa história divertida e sensível.
♡Este é um dos poucos livros que me lembro de ter lido também na infância. Vivia pegando emprestado na biblioteca da escola porque amava Também tem muitas ilustrações e a estória é muito leve, mais indicada para as crianças mesmo, mas que eu ainda amo por me deixar tão nostálgica. 
Defense Devil vol. 1,2 e 3, Youn In-Wan - Sinopse: Desprezado pelos demais demônios por conta de sua personalidade gentil, Kucabara é expulso do Makai e privado de seus poderes, condenado a vagar em Event Horizon (a entrada do Inferno) apenas acompanhado de seu subordinado Bchuler. De maneira a reaver sua força e reencontrar sua família, nosso principal precisa coletar Dark Matter, uma fonte de poder maligno encontrada nas almas de pecadores. Não se tratando do único interessado em Dark Matter, Kucabara precisa conquistar a confiança das almas que surgem em Event Horizon antes que os deuses da morte as levem ao Inferno, o modo tradicional que demônios se favorecem com os pecados humanos.
♡Esta é a estória de um demônio que foi expulso do inferno e passa a trabalhar na terra como advogado de almas. No começo eu estava gostando muito, quando haviam várias estórias, e o personagem é muito divertido, mas depois vem um conflito mais sério que não me envolveu mais. Mas assim como os mangás de Battle Royale, pretendo concluir a leitura em um futuro próximo.
O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry - Sinopse: O Pequeno Príncipe, devolve a cada um o mistério da infância. De repente retornam os sonhos. Reaparece a lembrança de questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíveis na pressa do dia-a-dia. Voltam ao coração escondidas recordações... O reencontro, o homem-menino.
♡Este é um clássico infanto-juvenil muito famoso, mas eu nunca havia lido. Um dia decidi pegar o audiolivro, e de fato se trata de uma estória encantadora por sua simplicidade, que aborda muito a amizade. Mas, sinceramente, eu não achei o livro isso tudo e penso que há leituras que tocam mais. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário