Coma (1978 e 2012)

Oii! ( (エ) )9 Hoje vou contar o que achei deste filme que conheci por acaso, enquanto assistia a um dorama. 

Informações:
Nome:                          Coma
Lançamento:               01 de fevereiro de 1978
Direção:                       Michael Crichton
Roteiro:                        Michael Crichton baseado em   Coma por Robin Cook
Gênero:                        Drama, Mistério, Terror, Médico
Duração:                      113 min.
Classificação:              15 anos
Elenco:                         Geneviève Bujold, Michael Douglas, Alan Haufrect 




Sinopse: Dez casos. Agora 12. Por que pacientes jovens e saudáveis são submetidos para cirurgia no Boston Memorial Hospital e terminam ligados à uma máquina? A Dra. Susan Wheeler quer saber. [Info e sinopse por wikipédia e filmow]



Chocada por sua melhor amiga entrar em coma durante uma cirurgia simples no hospital aonde trabalha, a doutora Susan Wheeler começa suas próprias investigações para tentar entender o que aconteceu. O que mais a surpreende é que sua amiga não é um caso raso, e que há a possibilidade de alguém ou até mesmo os próprios médicos induzindo os pacientes saudáveis a um estado de coma inexplicável.
Em meio a sua investigação porém, há vários acontecimentos estranhos e pessoas tentando assustá-la e até mesmo perseguindo-a e mesmo que  Susan é ainda vista como paranóica pelos seus colegas e inclusive por seu namorado Mark, ela está determinada a desvendar esse mistério e talvez até impedir que mais vítimas sejam feitas.
Conheci esse filme enquanto assistia ao dorama Vampire Prosecutor e tinha alguns comerciais da televisão coreana. Após ver esse comercial, o de uma série chamada Coma, eu me interessei pela sinopse e me interessei ainda mais depois de saber que havia duas adaptações para filmes. Eu procurei a segunda versão, a mais nova (2012), mas infelizmente não havia encontrado até então, por isso optei por ver a versão mais antiga (1978), legendada. Me surpreendi bastante com o quão bom o enredo era. A construção dos personagens e a vontade que Susan tinha de querer solucionar o grande mistério dos pacientes em coma e o quão esperta e corajosa ela era. 
Sozinha, Susan driblou os guardas do centro de pesquisas e saiu de lá ilesa sem ninguém perceber e cada vez que ela conseguia algo parecido eu vibrava porque eu sinceramente me peguei torcendo por ela para que conseguisse provar que não estava insana.
O filme é bem rápido e bem intrigante. Dá a sensação de que você não deve em hora alguma confiar em alguém. E o final é ótimo! Mesmo que o filme seja bem velhinho, eu super recomendo para quem gosta de suspense!

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★

O segundo filme eu consegui ver, depois de muita pesquisa, um dia depois e me arrependi amargamente. Por ser mais longo, o filme demorou mais para ter algo solucionado. Haviam grandes mudanças entre a primeira adaptação e a segunda, não sei quanto ao livro, mas achei muito difente e algumas coisas foram acrescentadas. Acho que se alguns personagens (principalmente a Susan do segundo filme) fossem menos chatos e o filme fosse menor, acho que eu teria aproveitado mais.

#Filmes

Nenhum comentário:

Postar um comentário