Personal Taste

Olá! (= ̄∇ ̄)ノ Ultimamente eu estive enfrentando dificuldades para encontrar um dorama que me prendesse de verdade, tanto que abandonei vários. Eu estava procurando uma comédia romântica que fosse realmente divertida e cativante, então a Fernanda me indicou este (que ela até havia comentado aqui) e eu resolvi conferir!

Informações:
Título:           Personal Taste/ 개인의 취향/ Personal Preference/ Kae In's Taste/ Perfect Match/ Kaeinui Chwihyang
Gênero:                Romance, Comédia
Ano:                     2010
Classificação:      14 anos
Episódios:            16
Elenco:                 Lee Min Ho, Son Ye Jin, Kim Ji Suk, Wang Ji Hye, Jo Eun Ji
País:                     Coreia do Sul
Emissora:            MBC
Sinopse: Jeon Jin Ho, é um cara hetero que finge ser gay para poder dividir a casa com sua amiga, Park Kae In. Seus hobbies incluem arrumar as coisas e passar roupas, e também é conhecido por agir de forma diferente do que pensa. Ele é fanático por limpeza, mas também tem um grande talento para descobrir o que as mulheres estão sentindo. Kae In, confia muito nas pessoas, apesar de já ter sido traída e apesar disso, ela sempre dá às pessoas o benefício da dúvida e com Jin Ho, não é diferente. Como Kae In, irá reagir quando descobrir que seu companheiro de quarto não é gay e que ele se apaixonou por ela?

Jeon Jin Ho é um arquiteto talentoso, sempre colocando sua carreira como prioridade em sua vida. Ele é presidente de uma empresa pequena e vê em concursos grandes chances para mostrar todo seu potencial e conseguir prestígio em sua área, mesmo que seja sempre vencido por uma empresa grande.
 Para um concurso em especial, ele precisa estudar um tipo específico de construção tradicional e, para isso, surge a ideia de se mudar para esta casa, sob o pretexto de precisar de um quarto alugado.
Nessa casa vive Park Kae In, uma mulher que Jin Ho conhece através de várias situações atrapalhadas e que, por causa de vários mal entendidos, presume que ele é gay.  
Kae In é uma designer de móveis de pouco sucesso, ainda que seja filha do homem famoso que construiu aquela casa. Ela tem um bom coração e é inocente até demais, sempre supondo o melhor das pessoas e sendo enganada cada vez mais. Por isso, seu namorado, Han Chang Ryul está se casando com aquela que Kae In achava ser uma de suas melhores amigas, Kim In Hee.
encontrei aqui
 Com In Hee fora da casa e um quarto sobrando e precisando de dinheiro, Kae In decide alugá-lo para Jin Ho, uma vez que ela pensa ele ser gay. Ela não sabe das verdadeiras intenções do rapaz naquela casa, e se empolga com a possibilidade de se divertir bastante com um amigo gay, mesmo que não possa negar a atração que vai surgindo.
Personal Taste me conquistou desde o primeiro episódio, é realmente muito divertido! Os dois personagens têm personalidades muito contrastantes e estão sempre se implicando, portanto há muitas cenas hilárias na convivência dos dois. Além, claro, de todas as interpretações errôneas da sexualidade de Jin Ho e como ela usa e abusa da amizade dele, que são de rachar de rir.
Kae In me agradou muito, mesmo sendo o tipo de personagem que, normalmente, eu odiaria. Ela é muito inocente, chegando a ser boba, mas ela comove bastante com seu passado familiar. Jin Ho é, por sua vez, frio e evita relacionamentos, sendo muito fofinho acompanhá-lo gostando cada vez mais de Kae In. 
 Gostei muito do casal, shippei muito! O romance se desenvolveu muito bem, com boa química dos atores. Uma fofura realmente, em momentos uma relação até mais madura, ainda que tenha sido um pouco frustrante como eles brigavam e voltavam, depois de tantos mal entendidos.
Há alguns outros personagens de bastante destaque, e  Kim In Hee e Han Chang Ryul irritam demais mesmo. Ela é aquela amiga invejosa que quer tudo que a outra tem, e ele, além de ser concorrente de Jin Ho, volta a se meter com Kae In. Chang Ryul é um cara muito, muito chato mesmo. O tipo de personagem que faz você querer entrar no dorama para dar uns tapas na cara dele. 
No começo eu não estava sentindo aquela vontade de ver um episódio atrás do outro mas, à medida que a estória avança e vários conflitos surgem, principalmente relacionados ao passado dos personagens, o dorama prende cada vez mais. Fiquei totalmente envolvida e me apeguei muito, torcendo para que tudo ficasse bem.
 Há muitas cenas fofas e outras mais sérias, então os atores conseguiram mostrar muito bem seus talentos e fiquei totalmente satisfeita. Lee Min Ho eu já conhecia e, novamente, fez um grande trabalho com cada emoção. Son Ye Jin eu havia conhecido em White Night e também me agradou muito aqui.
 Personal Taste é um ótimo dorama, fugindo de alguns clichês como amor proibido entre pessoas de classes diferentes. É divertido e emocionante, com cenas ás vezes leves, outras mais intensas. Não senti, quando acabou, que faltou algo a ser explicado nem que ficou corrido. Eu realmente gostei e só posso agradecer à Fernanda por tê-lo me indicado!


Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★

💫 Bônus 💫
encontrei aqui

#Doramas

Nenhum comentário:

Postar um comentário