Eu Nunca... - The Lying Game # 02

Oláa! (^O^)/ Sem muita enrolação, venho contar sobre minha última leitura. Se você não conhece o livro anterior desta série, O Jogo da Mentira, confira a resenha aqui.

Informações:
Título:                       Eu Nunca... - The Lying Game #02
Gênero:                     Juvenil, Suspense e Mistério
Editora:                    Rocco
Ano:                          2014
Páginas:                    288
Autora:                     Sara Shepard
Sinopse: Autora da bem-sucedida série Pretty Little Liars, Sara Shepard mostra que sabe mesmo prender a atenção dos adolescentes com histórias que mostram o lado obscuro de garotas bonitas e cheias de segredos. Segundo volume de sua outra série de sucesso, The Lying Game, Eu nunca... traz a jovem Emma Paxton vivendo sob a identidade de sua irmã gêmea morta. Mas quanto mais revira o passado de Sutton para descobrir quem a matou, mais a vida de Emma está em perigo. Afinal, todos a sua volta são suspeitos, nesta intrincada trama de mistério, intrigas, romance e reviravoltas.

Emma Paxton está enfrentando uma nova informação chocante sobre a morte de sua irmã gêmea, Sutton Mercer: ela não morreu durante o vídeo onde foi estrangulada com o relicário. Quem quer que tenha feito isso, fez depois daquele trote e pode ser qualquer um do círculo de amizade dela.
Ela conta com a ajuda de Ethan, o único que sabe de suas atividades fingindo ser a irmã, por quem tem sentimentos cada vez mais fortes. Emma tem alguém a observando - o assassino de sua irmã - e precisa descobrir rápido quem está por trás de tudo, antes que ela possa perder a vida também.
Teve uma época que eu fiquei muuuuito viciada nessa estória (devorei o livro e depois devorei a série (cancelada)) mas, depois que "esfriei", fiquei meses com esse livro parado na estante. O começo da leitura foi ok, mas eu estava com muitas dificuldades para me conectar com a estória novamente. Fiquei confundindo com a série, havia me esquecido dos principais acontecimentos e foi uma paçoca só mas, felizmente!, à medida que o livro vai se desenrolando e novos acontecimentos surgem, fui novamente envolvida.
"E no final do baile ela disse: "Eu não sou a garota que você quer." E é verdade."
A série The Lying Game é um pouco grande, então eu fico meio desanimada porque sei que nada vai ser realmente resolvido por agora, porém isso não impede de aproveitar bem a leitura; há outros conflitos, como o relacionamento de Emma e Ethan, e conhecer Sutton cada vez mais, descobrir novas pistas sobre a seu último dia viva, é algo que prende muito.
Sutton é realmente um enigma, porque parece ser o tipo de pessoa mais odiosa da face da terra, alguém que tem inimigos em cada esquina - por isso é tão misteriosa sua morte, qualquer um pode ser o culpado! Seu fantasma, que acompanha Emma, causa bastante empatia por estar em contato com tantas coisas de sua vida o tempo todo e claramente não ter dado valor a nada. Este fantasma também contribui para o ritmo do livro, uma vez que ela tem algumas lembranças de grande importância.
Para que viver se ela não se arriscasse de vez em quando?
Alguns personagens recebem mais destaque que nunca, outros dão as caras e Eu Nunca... flui muito bem, com vários momentos de tensão e deixando ao final novas circunstâncias. Quem matou Sutton?

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★

Nenhum comentário:

Postar um comentário