Babysitter

Oláa! (∩▂∩) Hoje vou contar o que achei deste último mini drama que assisti, em um fim de semana. 

Informações:
Título:              Babysitter/ 베이비시터
Gênero:            Drama, Mistério, Suspense
Ano:                 2016
Classificação:  16 anos
Episódios:        4
Elenco:             Jo Yeo Jung, Kim Min Joon, Shin Yoon Joo, Lee Seung Jun
País:                 Coreia do Sul
Emissora:         KBS2



Sinopse: Uma babá atraente, que se formou em uma universidade de prestígio, começa a trabalhar como babá para três filhos de um casal rico. A babá atraente começa a mudar.




Chun Eun Joo vive um conto de fadas desde que se casou com Lee Sang Won, ela tem uma vida luxuosa e três filhos. Mas, quando Jang Suk Ryoo, uma jovem inteligente e qualificada, começa a trabalhar em sua casa como babá, as coisas tomam um rumo estranho.
Acontece que logo Lee Sang Won cai nos encantos da jovem babá, colocando seu casamento em crise e magoando a esposa.

ATENÇÃO: MUITOS SPOILERS E REVOLTA A PARTIR DAQUI! Se você ainda não assistiu a este dorama ou não quer spoilers, não continue a leitura! (≧∀≦)

Então, eu estava muito curiosa sobre este dorama porque eu não tinha reparado na categoria "drama", pensava que seria um thriller qualquer onde a babá seria uma demônia ou algo assim HAHAHA
Toda a estória está sendo contada por Eun Joo, então temos uma ideia de como as coisas vão acabar, e isso deixa a curiosidade sobre o desenrolar do enredo.
Só que não funcionou desde o começo; primeiro porque esteve muito confuso o tempo todo desde o início, com vários flashbacks, flashbacks dentro de flashbacks (sério), e muitas repetições de cenas. Essa parte é muito negativa, porque confundiu bastante e, no último caso, tirou a paciência.
Mas conforme a estória vai rodando, as coisas vão se encaixando mais ou menos e intriga sim, mesmo que eu não curta tanto esse tipo de estória. Porém, não funcionou novamente, dessa vez o enredo.
Esse tipo de estória não é algo que agrada muitas pessoas e piorou, para mim, porque os personagens dão muita raiva mesmo, não deu para torcer por nenhum. Sang Won é um canalha com fetiche por pés (?). Por ele trair a esposa já é fácil odiá-lo, mais ainda por tudo que ele faz. Jang Suk Ryoo é pior ainda por ter feito tudo que fez, e realmente dá vontade de dar uns tapas na cara dela para ela deixar de ser tão vagabunda. E tem Eun Joo. Ela é a esposa traída e humilhada. Eu pensei que ela seria a protagonista sofredora de que o telespectador iria sentir pena, depois iria dar a volta por cima...Que nada. Ela se mostrou tão baixa quanto os outros dois quando fez de tudo para continuar ao lado de Sang Won, mesmo que ficasse "feio" para ela totalmente e, pior de tudo, nem era por causa das pobres crianças.
O nome do dorama é Babysitter, tem uma babá e um casal, mas ninguém parece lembrar dos filhos dos protagonistas. Isso me incomodou bastante! Então Eun Joo parecia ter os filhos como uma obrigação por receber tantos presentes dos sogros, e para ela só importava mesmo ficar do lado do vadião. Em momento algum, mesmo sendo presa, jogada no manicômio, acusada de assassinato...ela se perguntou como ficariam os filhos dela.
Senti muita raiva mesmo, muita revolta. E a estória, como um todo, não convenceu. Há uma "grande reviravolta" no final, mas foi uma reviravolta totalmente sem graça e ridícula. A estória teria sido muito melhor se Eun Joo tivesse mesmo matado as outras duas pessoas e armado para o marido dela, como uma vingança.
É tanta coisa errada e ridícula nesse dorama. Eu realmente gostaria de apagá-lo de minha mente. O único ponto positivo é que é curto e cada episódio passa muito rápido, não é cansativo nem parece que dura uma eternidade. Mas só isso mesmo. A trilha sonora também é uma droga, igual ao enredo.

Avaliação:
★ ☆ ☆ ☆ ☆
Assista aqui (legendado em inglês).

Nenhum comentário:

Postar um comentário