A Resposta, Kathryn Stockett

Oláa, boa noite! Como estão? ヽ( ̄(エ) ̄)ノ Hoje irei resenhar este livro que li todo no final de semana. 

Informações:
Título:                       A Resposta
Subtítulo:                  Livro que deu origem ao filme Histórias Cruzadas
Gênero:                     Ficção
Editora:                    Bertrand Brasil
Ano:                          2011
Páginas:                    574
Autora:                     Kathryn Stockett
Sinopse: Uma história de otimismo ambientada no Mississippi em 1962, durante a gestação do movimento dos direitos civis nos EUA. Eugenia Skeeter Phelan acabou de se graduar na faculdade e está ansiosa para tornar-se escritora, mas encontra a resistência da mãe, que quer vê-la casada. Porém, o único emprego que consegue é como colunista de dicas domésticas do jornal local. É assim que ela se aproxima de Aibellen, a empregada de uma de suas amigas. Em contanto com ela, Skeeter começa a se lembrar da negra que a criou e, aconselhada a escrever sobre o que a incomoda, tem uma ideia perigosa: escrever um livro em que empregadas domésticas negras relatam o seu relacionamento com patroas brancas. Mesmo com receio de prováveis retaliações, ela consegue a ajuda de Aibileen, empregada que já ajudou a criar 17 crianças brancas, mas chora a perda do próprio filho, e Minny, cozinheira de mão cheia que, por não levar desaforo para casa, já esteve por diversas vezes desempregada após bater boca com suas patroas. Uma história emocionante e estarrecedora onde a cor da pele das pessoas determina toda a sua vida. Um livro que, devido ao seu tema, chegou a ser recusado por quase sessenta editoras antes de ser publicado. A história ganhou adaptação para o cinema, no Brasil com o nome "Histórias Cruzadas". O filme foi indicado ao Oscar em 2012 na categoria melhor atriz, melhor atriz coadjuvante e melhor roteiro adaptado.

Aibileen é uma das muitas empregadas domésticas negras no Mississippi. Ela costuma pegar trabalhos onde pode cuidar das crianças brancas e, por consequência, se apega á todos os bebês assim como eles se apegam a ela. Ela está criando agora de seu décimo sétimo bebê branco, uma menina adorável mas que não consegue o menor carinho da mãe.
Minny é amiga de longa data de Aibileen, uma cozinheira excelente. Seu único "defeito" é sua personalidade; ela é briguenta, não leva desaforo dos patrões brancos, perdendo muitos empregos por isso.
Eugenia, de apelido Skeeter, está do outro lado. Ela é branca, acabou de terminar a faculdade e está de volta à cidade para morar novamente com os pais. Mesmo tendo muitas amigas de influência ali, ela não agrada tanto à mãe, tanto pela altura, seus cabelos rebeldes, quanto pela personalidade e ambições. 
"Seja boazinha com as meninas negras quando estiver lá", disse mamãe uma vez para mim, e me lembro de ter olhado para ela, achado aquilo estranho e dizendo: "Por que eu não seria?". Mas minha mãe nunca se explicou.
A Resposta é um livro que se passa no ano 1962 e possui estas três protagonistas, todas se conectando realmente quando Skeeter, que deseja ser escritora, decide escrever uma obra que relatasse a vida das empregadas domésticas de cor. Ela consegue a colaboração de Aibileen e Minny, que contarão suas histórias boas e ruins, porque nunca ninguém parou para pensar no lado delas.
É um livro bem grandinho em número de páginas, e me surpreendi em como fui cativada desde as primeiras linhas e não consegui parar de ler mais. Li em três dias e foi mesmo uma ótima leitura, em vários aspectos.
O livro discorre sem pressa, construindo de forma excelente cada personagem, realmente fazendo-os parecer pessoas que existiram, com o cenário aberto da mesma forma. Foi bem estranho, para mim que vive nesse século, ler sobre esse passado tão (ainda bem) diferente dos dias de hoje, onde há essa segregação de raças. Grande choque de realidade, ainda mais porque é uma luta que continua. Triste ver como pessoas que são diferentes mas iguais, no fim das contas, serem tratadas como seres inferiores. 
Houveram, claro, muitas reflexões, mostrando a luta contra o racismo, além de outros pontos abordados, como pessoas que vivem de aparências, hipocrisia e coragem também, colocar o que você acha justo na frente do que os outros podem pensar.
O final de A Resposta chegou cedo para mim que estava tão apegada à estória, mas não tenho nada do que reclamar. Gostei como ficou bem realístico, sem um "fim." e só. Uma leitura que realmente me marcou e acho que todos deveriam tentar também. 

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★




O livro A Resposta deu origem ao filme Histórias Cruzadas (The Help), em 2011. Traz no elenco Emma Stone, Sarah Beth Tew e Octavia Spencer, e depois dessa maravilhosa experiência com o livro, estou com muita vontade de assisti-lo também!