Reeducação Alimentar

Oláa! ╰(*´︶`*)╯Enquanto eu escrevia nesse blog desde o começo do ano passado, estava passando por várias mudanças. Entre elas, adotei um estilo de vida bem mais saudável e, com isso, diminuí bastante o meu corpo. Atingi um peso saudável, melhorei meu condicionamento físico e, acima de tudo, estou feliz comigo mesma e cheia de vida como nunca!

Não tinha me ocorrido abordar isso aqui no blog ainda, mas fico tão animada quando vejo blogs que me ajudam a seguir essa jornada para a vida toda de vida saudável que gostaria de compartilhar minhas experiências também.
Não vou mentir; Sempre fui cheinha e já tive várias tentativas de mudar isso, até que tentei uma método diferente. Passei a me informar melhor e, em vez de ser como era antes, comendo errado e depois comendo quase nada para compensar, simplesmente investi em ser saudável e fazer exercícios. Basicamente isso. Embarquei na tal "reeducação alimentar".
Hoje eu me alimento de três em três horas, como bastante frutas, verduras, fibras, integrais e etc. Cortei sim algumas coisas que não bem, como o açúcar, não como frituras com frequência, e evito comer industrializados em qualquer refeição. Ainda como de "tudo"; não me nego bolo nos aniversários e outras coisas que gosto. Pelo que pesquiso e aprendi, o segredo é não trocar refeições completas por bombons, por exemplo.
As únicas coisas que não como mesmo, por nada no mundo, são carne de porco, salsicha, linguiça de qualquer tipo, qualquer carne com gordura ou outras partes nojentas demais, e também não sou muito fã de ovos (dependendo da receita eu gosto, mas não é minha primeira opção). Mas é meu gosto pessoal mesmo, nunca gostei. Também decidi parar de comer arroz, porém porque não gosto muito também e não traz nenhum benefício para mim. Refrigerantes e bebidas alcoólicas eu já não tomava mesmo.
Não tenho um cardápio fixo, gosto de planejar minha alimentação do dia da forma mais variada possível, de acordo com minhas necessidades. Eu acordo com muita fome ultimamente, então tomo um café da manhã reforçado e as outras refeições ficam por conta da minha necessidade do dia.
Procuro sempre ter bastante fibras (granola ♥, aveia, massas integrais) na minha alimentação, elas saciam bastante e são ótimas para o organismo, controlando o açúcar do sangue e o funcionamento do intestino. Bebo bastante água (é muito importante) e procuro sempre comer na hora certa.
Comer, quero dizer, me alimentar. É importante rever esse conceito, por mais simples que seja. Afinal, a gente muitas vezes tem o costume de comer por tédio, por preguiça, para se enturmar...Outros até por compulsão e ansiedade, mas isso já é um caso mais sério que realmente não posso comentar, não vivencio isso.
 Mas o que é importante mesmo, em nível master, é o exercício físico. Todo mundo sabe, certo? As cartilhas da vida sempre pregam que você deve estudar, sair com os amigos, se alimentar bem, comer frutas, dormir oito horas e fazer exercícios. Realmente, é importantíssimo quando o objetivo é ter uma vida saudável. Eu acho que devo mais da metade do que consegui, em atingir um peso saudável, melhorar demais meu condicionamento físico (sem dores, sem ficar ofegante, sem falta de energia no dia a dia), ao exercício físico.
Já comentei nesse post aqui que eu danço, e este é o exercício físico que eu faço e pelo qual me apaixonei. Todos os dias eu danço por cerca de 1 hora e vinte minutos e realmente amo isso! Gosto muito de aprender as coreografias direitinho e dançá-las, realmente me esforço e é incrível como o tempo passa rápido e nem parece um exercício físico. É difícil, para quem não teve o costume a vida inteira, encontrar um exercício tão bom e que dê tantos resultados, então é ótimo que eu goste tanto de algo que faz tão bem. Dançar é divertido, animador, e um exercício forte de verdade. Parece que não, mas algumas danças precisam de muuuuito esforço e muito condicionamento físico, então a tendência é só melhorar a si mesmo. E ainda é algo que dá para se fazer em casa mesmo e, com alguém é melhor ainda. Eu recomendo!
Há várias outras formas de se exercitar, de forma que é só procurar algo que te agrade e que se encaixe na sua rotina, algo que você não se sinta fazendo um sacrifício o tempo todo ao colocar em prática. Nas minhas tentativas frustradas de perder peso antes de ir com tudo, focada na saúde, eu ás vezes caminhava, mas não rolou mesmo. Eu não gosto de caminhar como um exercício, acho chato e parece que nunca dá resultados, mas acredito que se você tiver alguém para acompanhar você deve ser melhor.
É meio simples mas quem enfrenta uma jornada assim sabe que é difícil trazer tantas mudanças radicais para sua vida. Ás vezes bate o desânimo, a incerteza, as dúvidas...Mas pesquisar, ler sobre o assunto que está me inquietando, tirar dúvidas, buscar alternativas, me ajudou bastante. E ter paciência. Muita gente prefere fazer dietas porque é rápido; perder horrores de quilos em um mês e coisas do tipo, comendo certas coisas e tals. Mas reeducação mesmo, sem remédios nem cardápios específicos, é mais lento e cansativo ás vezes. Principalmente no início quando seu organismo está se acostumando e aparecem essas fomes brutais HAHA Mas nada grande vem facilmente, não?
Aprender a ter uma vida saudável, comendo bem e com equilíbrio, se exercitando sempre e cuidando de si mesmo, vale muito mais a pena que ficar magra rapidamente de forma não recomendada e, depois, com o mínimo descuido conseguir tudo de volta. Pelo menos eu penso assim. Entretanto, é necessário força e dedicação.
Se você, por acaso, cair hoje e comer algo que não estava no seu objetivo, apenas se levante e coma bem na próxima refeição. Mesmo que você se descuide todos os dias, mais cedo ou mais tarde vai acabar percebendo o que é melhor para você aprendendo consigo mesmo. Só tenha paciência e respeito por si mesmo, e procure inserir comidas e atividades que você realmente goste, já que é uma decisão para a vida toda. Lembre-se, também, que cada hora do dia é uma boa hora para recomeçar.
Uma outra coisa que aprendi é não se apegar a velhos mitos que demonizam carboidratos, por exemplo, e ficar contando cada caloria de cada alimento. O certo, pelo que sei e que funcionou comigo, é comer saudavelmente (evitar corantes, conservantes, açúcar refinado e industrializados) no dia a dia, se manter hidratado e ativo. Tudo isso, que é natural, é importante para o funcionamento do corpo.
Outras dicas: Incluir em sua alimentação aqueles que dão uma "ajudinha", como canela (ouvi dizer que é bom para o metabolismo, pena que não posso usar mais) e hortelã; fazer substituições inteligentes como, por exemplo, óleo comum por azeite extravirgem, margarina por manteiga; açúcar por mel; aprender a fazer versões light dos seus lanches (versões sem açúcar, sem farinha de trigo refinada); ter bastante proteínas sempre.
Faz mais de um ano (comecei em Novembro de 2015) que mudei meus hábitos assim e estou muito satisfeita. Quando comecei nem sabia que iria fazer tanto efeito, a ponto de influenciar as pessoas daqui de casa também HAHA Eu acho que cheguei nesse ponto inicial por ter tido sempre esse costume de não me exercitar, comer bastante "porcaria" sem me preocupar com o quê estava ingerindo, não ter horários certos...
Durante alguns períodos da minha vida eu sempre engordei e emagreci, como quando eu coloquei aparelho e perdi bastante peso (só que não era um emagrecimento saudável já que minha alimentação ficou um bom tempo a base de miojo, sorvete, chocolate e outras coisas moles), mas nunca pesei menos de 70kg (quando coloquei aparelho eu pesava 89kg). E é estranho ainda, para mim, saber que mudei tanto.
meu before & after, já que eu sempre fico curiosa em ver os dos outros HAHA
Não me pesei antes de começar a reeducação alimentar, mas em junho desse ano estava com 59kg, e essa semana fui à farmácia, aproveitei e me pesei, e fiquei chocada que estou pesando 47kg e depois 46kg (sim, eu me pesei duas vezes, em farmácias diferentes, porque não acreditei) com 1.62 de altura! É um peso, vou ser sincera, para se cobiçar esteticamente, mas não é saudável para minha altura e, portanto, devo fazer modificações na minha rotina. Fiquei meio perdida com isso, porque eu não pensava que iria emagrecer, emagrecer e emagrecer para sempre. Mas acho que deve ser porque ultimamente tenho me exercitado ainda mais que o normal (praticamente todos os dias da semana, ás vezes ficando um pouquinho a mais que o planejado (dançar é tão fucking bom, eu não gostaria de parar nunca), além de estar trabalhando um pouco. 
E agora visto P/38! Eu nunca usei P, nem quando mais nova, sempre era M ou G e meu manequim costumava ser 42 ou 44. Uau. O que mais mudou em mim foi o quanto tenho energia hoje, para fazer qualquer coisa, e como minha auto estima aumentou horrores. 
Enfrentei várias dificuldades no início por não saber bem por onde ir no início, e sempre fui aprendendo. Os sites que encontramos no Google falam bastante do que você deve não comer sempre, e eu ficava me perguntando que raios eu devia comer então. No fim, é recomendável ingerir principalmente coisas naturais, nada de industrializados (inclusive os suplementos e outras coisas da moda, que nem fazem diferença). Felizmente, há muitos blogs legais com dicas de refeições simples e saudáveis, eis alguns:


E vou deixar aqui uma listinha de coisas que gosto de comer e combinações: granola com coalhada/leite/iogurte, granola com frutas, coalhada/leite/iogurte com frutas, vitaminas (coalhada/leite/iogurte e frutas + hortelã), aveia em flocos (mingau, bolos, com laticínios, com banana + mel), pipoca (sem sal, feita no azeite), panquecas light (banana, farinha integral), torradas (com azeite extravirgem fica ótimo apesar do aspecto oleoso, com queijo light por cima), sanduíches naturais (com queijo branco e folhas), salada de frutas (quanto mais variedades, melhor), sucos naturais (ex: maçã e cenoura), chás (mas atenção: chá não é uma refeição!), passas com coalhada/leite/iogurte, bolos simples integrais (sem cobertura), saladas de folhas ou verduras.
Acho engraçado quando vejo pessoas dizendo que uma alimentação saudável é um sacrifício horrendo. É ruim sim quando você não quer comer um pacote de bolachas de chocolate para não comprometer sua alimentação mas, sei lá, com a reeducação alimentar, você realmente passa a ter outra mente. Vai se acostumando a comer comida de verdade, sem aquele amontoado de açúcar, e vai passando a gostar, vendo que, no fim, não faz tanta falta comer porcaria assim. Ainda adoro besteira, principalmente o que é doce, mas me sinto bem mais disposta e energética quando como bem, meu cardápio saudável e leve do dia a dia. E, você estando 24/7 em uma alimentação saudável, não tem problema comer sorvete em um dia só. Equilíbrio é a senha. 
Tem também a questão estética, mas isso vai de cada um. Me sinto muito melhor, com a auto estima ótima assim, mas tem quem se prefira mais encorpada. Sou muito feliz hoje comigo mesma, porém também devo isso à dança, que é realmente incrível e deixa você feliz e animado. E, sobre a sociedade e tudo isso de impor padrões...sinceramente, quem liga para o que a sociedade impõe? Eu não. Se tem uma coisa que aprendi nessa jornada contínua é que, não importa o quanto você se modele, não vai nunca agradar a todos a sua volta. 
Bom, a intenção desse post enorme era contar minha experiência, compartilhar as coisas que aprendi, e mostrar que não é impossível assim chegar onde se quer. Aprendi muito sobre mim nesse tempo e pretendo continuar cuidando de mim mesma assim, sempre tentando melhorar.
Claro que há vários fatores que levam uma pessoa a emagrecer e engordar. No meu caso, assim que comecei a ser saudável, comer bem, dormir bem e me exercitar, meu peso baixou, então...Essas dicas (se posso chamar assim HAHA) aqui, baseadas na minha vivência, são para quem é normal (sem nenhum desequilíbrio hormonal ou algo do tipo) e quer emagrecer por qualquer motivo, como eu.
Por último, vou responder a algumas das perguntas da TAG Minha Alimentação, caso tenha sobrado algum tópico sem abordar HAHA

🌸 O que você costuma comer no seu dia a dia?
Não tenho um cardápio fixo, mas todo dia como minha granola amada, frutas, proteína e verduras.

🌸 Prefere doce ou salgado?
Eu sou louca por doces! Amo demais mesmo.

🌸 Qual a sua comida e sobremesa favorita?
Hum eu posso dizer que amo minha granola (de novo)? HAHA Não tenho uma única comida preferida, mas gosto bastante de massas, macarrão, bolo, tortas.

🌸 O que você odeia comer, mas come por que precisa?
Eu não gostava muito de frutas, mas com o tempo encontrei muitas que eu realmente passei a apreciar, como maçãs, abacaxi, coco, ameixas.

🌸 Quanto você pesa? Queria pesar mais ou menos? Está satisfeita com o seu peso?
Atualmente eu peso 47kg e estou muito feliz em partes. Meu corpo atual está ótimo para mim; gosto de como aparento e tenho um bom condicionamento físico, porém preciso agora desacelerar para ficar em uma faixa de IMC saudável. 

🌸 Você come ou gosta de verduras e legumes?
Sempre gostei bastante!

🌸 Quantas refeições você faz diariamente?
Atualmente eu estou acordando mais cedo, então tomo café geralmente às 8:30h da manhã, almoço 11:30h, lanche 15h, outro lanche às 18h e o último ás 21h, porque durmo mais tarde.

🌸 O que você gostaria de comer, mas seu consciente não permite?
Eu tive de parar de colocar canela nos meus lanches, e era tão bom. Eu amava o chá. ( ̄ ﹌  ̄) Mas, falando de bobagens que adoramos comer, eu adorooo bolacha recheada e hoje passo meses sem comer. É um dos piores alimentos para a saúde (vocês já leram o rótulo?! não tem um morango na bolacha de morango!), apesar de ser tão bom de comer.

Mais badulaques para ler e assistir:

Nenhum comentário:

Postar um comentário