A Pequena Loja de Suicídios

/(^ × ^)\ Fazia algum tempo eu estava querendo conferir essa animação, que possui uma temática bem sombria e inusitada e, por isso, interessante.

Informações:
Nome:                     A Pequena Loja de Suicídios/ Le Magasin des Suicides
Lançamento:         24 de Maio de 2012
Direção:                 Patrice Leconte 
Gênero:                  Animação, Comédia, Musical 
Duração:                79 min.
Classificação:        10 anos
Elenco:                   Bernard Alane, Laurent Gendron, Isabelle Spade, Isabelle Giami



Sinopse: Em um mundo imerso em depressão e desesperanças, uma família ganha a vida vendendo artigos para ajudar pessoas a cometerem suicídio. Entretanto, os negócios da família enfrentam problemas quando o filho caçula decide mudar de uma vez por todas essa realidade.



Nesse mundo onde a depressão se alastra cada vez mais rápido, e o suicídios são coisas corriqueiras, uma família Tuvache tem um negócio bem lucrativo: uma loja de suicídios, que fornece a seus clientes materiais e tudo o mais necessário para uma boa morte. Venenos, cordas para se enforcar, armas...
O estabelecimento é próspero e essa realidade é banal, até o nascimento do filho mais novo da família. Alan desde bebê carrega em si algo que aquela família nunca viu; ele é sorridente, energético e tem amor pela vida. É, definitivamente, um párea para os Tuvache. 
Gosto bastante de animações com esse estilo sombrio e estava realmente curiosa sobre A Pequena Loja de Suicídios. Logo de início fui instigada, pois é tudo realmente inusitado e estranho para a nossa realidade, e eu queria saber como Alan iria mudar tudo isso. 
A animação é interessante e o filme tem um bom desenrolar, apesar de eu não curtir muito tanta cantoria. É muito legal saber mais sobre a loja de suicídios, e é realmente triste acompanhar essa realidade onde a estória se passa. Gostei como, assim que os personagens começavam a ter mais vida dentro de si, seus rostos ficavam corados. 
Só que, mesmo com tudo a favor desse filme, eu me decepcionei bastante. Quando comecei a assistir pensei que seria uma animação impressionante e memorável, que trazia mensagens positivas e impactantes. Bom, as mensagens são positivas, só que não são impactantes e convincentes. 
A Pequena Loja de Suicídios passa a ideia de que sempre há alguma esperança, algo que faça você feliz, mas é só isso, algo dito de forma superficial. Não é mais emocionante que ver isso em uma imagem na internet, por exemplo. Eu queria algo que me tocasse e ficasse em minha mente por muito tempo, e não foi que encontrei aqui. 

Avaliação:
★ ★ ★ ☆ ☆
Assista aqui (legendado em português).