Mimi no Kaidan/ Mimi's Ghost Stories

Olá! (@^0^@) Hoje venho com a minha opinião sobre mais uma obra do autor Junji Ito

Informações:
Título:           Mimi no Kaidan/ Mimi's Ghost Stories/ ミミの怪談; 禁入空间
Gênero:         Horror
Editora:        Media Factory
Ano:              2002
Autor:           Junji Ito
Volumes:       1
Sinopse: Mimi é uma típica estudante que mora sozinha em uma casa muito antiga, em que nela foram feitos vários quartos. Seu quarto é no térreo então ela não consegue estudar em paz, já que o vizinho de cima não a deixa, pois o som é muito alto. Tentando ir reclamar com ele, ela se depara com uma vizinha muito estranha que mora ao lado da porta do \"garoto barulhento\". No decorrer da história, Mimi acaba se mudando para casa do garoto, que agora sumiu e não deu notícias, mas sua vida não será o mar de flores como ela pensava ser o segundo andar...

Este mangá apresenta a personagem Mimi, uma estudante comum, moradora de um apartamento, que sempre acredita em "vida pós morte" e fantasmas. Em cada capítulo é mostrado uma aventura de Mimi, onde ela se depara com algum evento sobrenatural.
The Woman Next Door, Mimi está estudando e se irrita com seu vizinho do andar de cima, que sempre ouve música alta demais. Ele alega que o som não atrapalha ninguém, então ela decide buscar a opinião da vizinha ao lado dele e se depara com algo intrigante. Aparentemente, três mulheres vivem ali, com tamanhos diferentes, mas todas se vestem igual, com o corpo coberto de roupas pretas sem nada à mostra, e nunca falam com ninguém.
A primeira estória do mangá é realmente instigante, e se tornou uma das minhas favoritas. Há todo o mistério sobre as estranhas mulheres e mais uma vez o autor foi muito criativo.
Em Sound of Grass, Mimi está em um passeio por uma área florestal, com seu namorado, quando os dois ouvem um barulho ali perto. Parecia que algo havia caído na grama.
Esta é mais uma estória de mistérios não resolvidos, bem o estilo do autor, e também me agradou muito, ainda que não seja minha favorita.
Graveman, Mimi encontrou um novo apartamento, que pode pagar, porém a vista da janela não é muito agradável; um cemitério antigo. Ela houve barulhos estranhos durante à noite e, quando vai até lá, percebe que algumas lápides estão entortadas.
Esta estória é bastante intrigante, e achei-a bem diferente das outras do autor por trazer algumas revelações do que estava causando este fenômeno.
Em The Seashore, Mimi está em uma viagem pelo litoral com seu namorado e amigos. Ali eles conhecem uma garçonete bonita e misteriosa, que lhes conta que aquela praia foi cenário de muitas mortes, está cheia de almas que perderam suas vidas ali e ela mesma pode vê-las.
Gostei muito desta, é realmente misteriosa e tem cenas muito assustadoras e intrigantes.
Just the Two of Us, uma mulher se suicidou, atirando fogo em si mesma. A família de Mimi cuida da filha da mulher por um tempo enquanto a família resolve as coias, em um favor. Mas essa criança parece muito estranha, ela não quer ser deixada sozinha de forma alguma.
Esta, na minha opinião, foi a estória mais sombria do mangá, e gostei bastante. Achei bem diferente, pelo menos das estórias que eu conheci do autor, e acho que é uma das poucas que tem o mistério resolvido.
Na última estória, The Scarlet Circle, Mimi está conversando com uma amiga e ela lhe revela algo estranho, que possa ter um toque sobrenatural. Seu avó não deixava demolir sua antiga casa e foi descoberto, lá, um quarto pequeno de madeira, totalmente fechado, com um estranho círculo vermelho na parede. Algum tempo depois, seu avó desapareceu.
Esta estória sim é totalmente o estilo das outras obras do autor, com o mistério não resolvido mas, mesmo assim, muito instigante até o último momento.

Li Mimi no Kaidan rapidamente, cada estória prende bastante e são realmente muito bem criadas. Gostei muito do fato de haver uma mesma personagem principal em todas as estórias, e Mimi me agradou bastante, mesmo que ela não tenha uma grande personalidade. O autor se mantém fiel ao seu estilo e, quem gosta de apreciar o bom entretenimento do horror, sem, na maioria das vezes, reviravoltas e desfechos concretos, vai gostar bastante da leitura.

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★
Pelo que sei, esta obra não foi publicada fora do Japão, mas você pode lê-la aqui (traduzida para o inglês), ou baixá-la aqui (traduzida para o português).

#Mangás

Nenhum comentário:

Postar um comentário