Coma

Oiii!! (O^▽^O)ノ Venho com a indicação deste último dorama que vi que, mesmo não sendo de um gênero que sou fã, terror, me prendeu e agradou muito!

Informações:
Título:                 Coma/  코마
Gênero:               Thriller, Terror
Ano:                    2006
Classificação:     16 anos
Episódios:           5
Elenco:                Lee Young Jin, Lee Do Kyeom, Lee Se Eun, Im Won Hee
País:                    Coreia do Sul
Emissora:           OCN

Sinopse: Por trás das portas do Hospital Namwon adormece um assustador segredo, um que os funcionários do hospital vinham mantido enterrado por pelo menos dez anos, e tudo parece ter envolvimento com o caso de uma paciente em coma. Com a sua reputação cada vez mais decadente, devido a acidentes médicos atravpes dos anos, o hospital é forçado a ter suas portas fechados. No entanto, enquanto o hospital fecha suas portas, outras abrem e segredos que estava sendo escondidos, são revelados com uma vingança.

Para a agente de seguro Yun Yeong, visitar o hospital Namwon, para tratar da transferência de uma paciente em coma, parecia normal até que eventos estranhos começaram a acontecer. A começar pela estranha direção do hospital e quão estranho eram os registros médicos da paciente. Yeong então, fica intrigada sobre o real motivo do estado de coma da paciente, cogitando ainda, ser devido a erros médicos ou algo do tipo.
Tudo ainda fica mais estranho quando Yeong começa a recordar seu passado, envolvendo sua irmãzinha que desapareceu neste mesmo hospital, há dez anos. Yeong então começa a experienciar coisas muito mais estranhas que sequer havia imaginado. Haveria assombrações no  hospital? E qual a relação entre a moça em coma e sua irmã nunca achada antes?
[ Há alguns spoilers ]
Coma é um mini drama bem fácil de ver. Cinco episódios, não muito longo, episódios com quase uma hora, mas que passam bem rápido. Não pesquisei bem a fundo e assustei muito quando vi que de fato era terror. Não sou muito fã de terror – morro de medo mesmo – então assisti ao primeiro episódio com o coração na mão e já com a ideia de não continuar.
No entanto, fiquei super curiosa para saber como ia desenrolar tudo. Qual a relação da moça em coma com a irmã de Yeong? Cogitei que as duas eram a mesma pessoa, e para mim ainda ficou bastante confusa essa relação. Acredito que poderiam ter separado, ou então “tirado” essa parte do coma, porque ainda não entrou na minha cabeça o que aquela parte do enredo tinha a ver com a outra, que era muito mais interessante.
As cenas foram bem fortes e eu confesso que fiquei com medo. O enredo é até bem escrito. Desde o começo são colocadas para nós pequenos detalhes e no final tudo se conecta, tudo de alguma forma faz sentido. Cada episódio conta a mesma estória baseada em cada personagem do núcleo principal. Todos os eventos, mesmo que não colocados em ordem cronológica, fazem muito sentido ao final, o que me surpreendeu bastante.
O final é bem concluso até. E depois que conhecemos a verdadeira estória e conseguimos unir os fragmentos que nos foi mostrado a cada episódio ou a cada evento, é bem satisfatório. Só essa parte da relação da paciente em coma e a menina desaparecida que ficou meio vaga. Havia, claro, um motivo para ela estar em coma, havia toda essa estória por trás. Mas quando conhecemos o filme (Coma) e lemos a sinopse, esperamos que realmente haja uma relação com ela e somente ela. Porém, não foi. Senti que poderiam cortar essa parte mesmo, como eu disse antes.
Coma é um mini drama bem rápido de ver, bem intrigante, curioso e surpreendente – bem assustador TvT – bem construído, me fez realmente querer continuar vendo e saber aonde tudo ia chegar, e se não fosse aquela lacuna que eu senti, com certeza faria parte da minha lista de melhores dramas, mesmo não sendo fã do gênero.

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ☆
Assista aqui (legendado em inglês)

2 comentários:

  1. Nossa, nunca assisti um dorama de terror! parece interessante. Não li a resenha toda pq fiquei com medo de ler spoilers XD
    Muito meigo seu blog <3

    http:/www.umavidaemandamento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir