The Bad Seed

Oláa, bom dia! ヾ(@°▽°@)ノ Nesse fim de semana conferi a adaptação cinematográfica do livro Menina Má, de William March, e vim contar o que achei. Não será bem uma resenha, já que a estória é a mesma do livro, estarei mesmo comparando os dois e deixando minhas impressões.

Informações:
Nome:                          Tara Maldita/ The Bad Seed
Lançamento:              12 de Setembro de 1956
Direção:                       Mervyn LeRoy 
Gênero:                        Drama, Mistério, Terror
Duração:                     129 min.
Classificação:              12 anos
Elenco:                         Nancy Kelly, Patty McComack, Eileen Heckart, Evelyn Varden, Henry Jones, William Hopper

Sinopse: Garota de oito anos é a maldade em pessoa, além de egoísta e mentirosa. Somente a mãe sabe a verdade sobre essa terrível criança. Rhoda, de rosto angelical, é capaz de elaborar planos diabólicos para conseguir tudo que deseja, uma sociopata mirim em potencial. Primeiro filme, onde temos uma criança como vilã, que influenciou uma leva de filmes do gênero: A Profecia, Aldeia dos Amaldiçoados, Anjo Malvado, A Órfã, etc.


Primeiro, preciso comentar que acho que este é o primeiro filme em preto e branco que vi (se Frankenweenie não contar HAHAHA), e foi uma experiência bem legal! O enredo de The Bad Seed é, basicamente, o mesmo do livro; Penmark parece o exemplo de boa família, com os pais Christine e Kenneth sempre tão amorosos com a filha Rhoda - esta que é adorada por todos os adultos que a encontram.
Tudo isso até Christine ter consciência de que a filha é mais diferente das outras crianças que ela imaginava, Rhoda é calculista, inteligente e madura demais para a idade. Pior que isso: ela pode ser uma assassina em série. 
O filme se desenrola com os mesmos pontos que original, porém com certas alterações compreensíveis. Isso não foi ruim nem bom, é apenas a mesma estória, contada de forma diferente. Entretanto, tudo foi bem manejado, onde as alterações aqui e ali realmente contribuíram para fechar bem a estória do filme, de forma a fazer sentido mais tarde e, também, para agilizar as coisas. 
Os personagens são os mesmos, exceto que aqui há mais destaque para o pai de Christine (que ainda está vivo) e um pouco mais para Richard, que na obra literária esteve sempre distante (literalmente, também HAHA). Gostei do trabalho dos atores, principalmente de Patty McComack (Rhoda); foi exatamente como eu imaginava a menina sinistra.
Como é de se esperar, Menina Má foi bem mais profundo e abriu espaço para todas aquelas reflexões que eu gostei bastante, enquanto The Bad Seed ficou mesmo na linha terror. Apesar disso, é um filme bom de se ver, se desenrola bem e realmente deixa-te intrigado com a estória. Seu desfecho foi bastante diferente e, acho que por ter lido primeiro o livro, não gostei tanto. 

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ☆
Assista aqui (legendado em português).

Nenhum comentário:

Postar um comentário