Caixa de Pássaros, Josh Malerman

Olá, boa noite leitores! ヽ(  ̄Д ̄)ノ Nessas férias estou aproveitando para ler bastante, e hoje trago mais uma resenha.

Informações:
Título:                       Caixa de Pássaros
Subtítulo:                  Não Abra os Olhos
Gênero:                     Terror
Editora:                    Intrínseca
Ano:                          2015
Páginas:                    272
Autor:                       Josh Malerman
Sinopse: Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

Malorie era uma jovem comum, sem grandes preocupações, que acabara de se mudar com sua irmã para uma cidade tão comum quanto. Acaba de se descobrir grávida, fruto de uma relação sem seriedades, quando viu seu futuro - e de seu filho - ameaçado.
A mídia estava sendo bombardeada de notícias estranhas, onde pessoas de qualquer idade e estilo de vida estavam se suicidando, mesmo sem histórico de enfermidades psicológicas. Tudo ganha proporções assustadoras quando surge o boato de que essas pessoas viram algo que as levaram a fazer isso consigo mesmas.
Naquele instante, ela sente que o mundo inteiro está morto.
Eu ouvia bons elogios a Caixa de Pássaros, nunca li uma inteira nem li a sinopse antes de começar a ler, então estava curiosa do que encontraria ali. No começo, pensei que seria um thriller ou drama, algo relacionado à violência doméstica (agora percebo que viajei). E então fui lendo e me perguntando, seria algo sobrenatural? terror? apenas um romance psicológico? distopia?
Essa curiosidade me dominou e fui incapaz de parar de ler, estava louca para saber o quê estava causando estas mortes e como a personagem iria sobreviver nesse mundo. A narrativa é intercalada, mostrando ora um pouco do presente, ora um pouco do passado. Isso dá dicas de coisas que aconteceram, mas também instiga para saber como.
Há uma boa quantidade de personagens, e é interessante como cada um é bem construído. Eles passam por muitas dificuldades ao longo da estória, então é difícil não admirá-los pelo menos um pouco, vendo-nos sobreviver em um mundo tão absurdo. Malorie me impressionou por tanta garra, e admito que fiquei com pena das crianças, seus filhos.
Como pode esperar que seus filhos sonhem em chegar às estrelas se não podem erguer a cabeça e olhar para elas?
Não vou negar: eu *DEVOREI* Caixa de Pássaros! Cada página me intrigava mais, queria saber como tudo iria terminar nessa agonia enorme. Foi uma experiência muito interessante e esquisita tentar imaginar sobreviver em um mundo assim, onde você tem medo de olhar até para o céu estrelado.
Mas só que...eu me decepcionei bastante com este livro. Quando vi que, sim, seria algo sobrenatural, eu pelo menos esperava que em algum momento fosse contado quem era essa criatura que estava por trás de tudo, como ela veio para o mundo e porquê causa isso tudo. Li tanto sobre elas durante o desenvolvimento do livro, para depois ficar somente nas poucas pistas...É realmente frustrante.
Além disso, o final era suposto de ser mais emocionante, mas as reviravoltas mesmo ficaram no passado, mostrado pelos flashbacks. Não sei mesmo...Por um lado, gostei bastante da leitura por ter me prendido tanto, além da narrativa ótima, mas não nego que não recomendaria. Ficou essa sensação de vazio, de que poderia ser melhor. Bem melhor.

Avaliação generosa:
★ ★ ★ ☆ ☆

Nenhum comentário:

Postar um comentário