Granola

Bem antes de eu começar a me alimentar melhor eu costumo consumir granola (e posso dizer que sou quase viciada HAHA). E, agora, tenho motivos de sobre para ainda incluí-la no meu dia a dia. Ela é fonte de fibras, trazendo energia e saciedade, além de muito saborosa.
São muitas opções interessantes mas, claro, temos de ficar atentos pois há muitas variedades descartáveis quando se busca um lanche saudável e nutritivo. Por exemplo, já encontrei granola com chocolate (era muito boa, mas não vem ao caso), e outras são bem carregadas no açúcar.

Uma foto publicada por 🌙 🌟 🌠 (@idontwearwigs) em
Essa que compro atualmente, da marca Praçaí, é realmente ótima e não pretendo trocá-la. Ela apenas traz uma quantidade significativa de açúcar mascavo, o que me deixa um pouco com o pé atrás, mas nada mais que isso.
Gosto muito dela e não sei se quero trocar por outra por enquanto, sigo consumindo-a (as opções são tantas; com leite/coalhada/iogurte, suco, com frutas (fica uma delícia com abacaxi, descobri recentemente), como recheio de panquecas...). Afinal, não é como se eu estivesse rodeada de açúcar (mesmo que mascavo), já que a parte dessa granola e do pão integral, de resto, minha alimentação do dia a dia não leva açúcar em nada.
Mas, felizmente, há a opção mais light que eu até já experimentei uma vez (não tem gosto de nada, de cereais puros mas é bom saber que existe HAHA) ou, como vi em alguns sites a recomendação, fazer sua própria granola.
Estou por enquanto com bastante preguiça de comprar cereais e castanhas separados para montar minha própria, mas cogito a ideia, deve ficar interessante.