Mangá Ring - O Chamado

Oláa! ┌༼ ˵ ° ᗜ ° ˵ ༽┐ Eu gosto bastante da estória de Ring, já li ao livro, vi alguns dos filmes e decidi, por quê não?, ler ao mangá também.

Informações:
Título:           Ring - O Chamado
Editora:        Conrad
Ano:              2005
Gênero:         Terror
Autores:        Koji Suzuki, Misao Inagaki
Volumes:       2
Sinopse: O mangá Ring - O Chamado traz a história mais conhecida do terror oriental em dois volumes. Na trama, quem assiste a uma estranha fita de vídeo morre após sete dias. A jornalista Reiko Asawa tenta entender a morte de sua sobrinha, vítima da estranha gravação, e salvar a própria vida. Reiko, seu ex-marido e seu filho assistem a fita e, para evitar que todos morram, ela e seu ex-marido tentam desesperadamente devendar este mistério. Do renomado autor Koji Suzuki, Ringu, título original da trama, ficou famoso com a adaptação para o cinema japonês, em 1998, e americano, em 2002. Os autores Hiroshi Takahashi (roteiro) e Misao Inagaki (ilustrações) fizeram uma adaptação livre para o mangá, que explora o suspense em toda a narrativa.

O enredo é o de sempre e mais semelhante ao do filme japonês, com a jornalista Reiko Asawa investigando a misteriosa fita que pode estar por trás de várias mortes de adolescentes, para salvar sua vida e a de seu filho. Ela conta com a ajuda do ex-marido, um professor universitário fascinado por mistérios assim.
A arte foi estranha para mim de início, por ser tão grosseira, mas acabei me acostumando - porém não deixava de achar engraçado, isso sim, as cenas de terror em vez de assustadoras HAHA Essas cenas são bem leves, para mim que já leu muitos mangás de terror antes.
O mangá Ring - O Chamado é bom, entretanto não traz nenhuma novidade. Seu roteiro é basicamente o mesmo da adaptação, incluindo as reviravoltas e desfecho, o que foi uma pena para mim pois realmente adorei o livro e sua revelação chocante. Mas, pelo visto, nenhuma adaptação ousou copiá-la.

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ☆
Esse mangá foi publicado, em 2005, pela editora Conrad no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário