Power!!

Olá, como estão? (๑◠ⓞ◠๑)ノ Ultimamente tenho lido muitos mangás, principalmente os dessa lista aqui, e que me intimidou pela quantidade de volumes mas, no fim, isso não influenciou em nada.

Informações:
Título:           Power!!/ Girl Got Game
Editora:        Bessatsu Friend
Ano:              1999 - 2002
Gênero:         Shoujo, Romance, Esportes, Gender Bender
Autora:         Seino Shizuru
Volumes:       10
Sinopse: Kyo Aizawa está muito animada por ingressar na Seisyu Academy, que é famosa pelos adoráveis uniformes de garotas. Seu espírito é esmagado, no entanto, quando ela abre o pacote contendo seu uniforme escolar e encontra o de um garoto. Seu pai lhe explica que, como a academia também é famosa pelo programa de basquetebol de meninos, ele a matriculou como um garoto para que ela possa cumprir seu próprio sonho de se tonrar uma estrela de basquete da NBA. Para piorar as coisas, ela tem de ficar no dormitório dos meninos, e seu companheiro de quarto é o garoto que ela começou a odiar desde que conheceu.

Kyo Aizawa é uma ótima jogadora de basquete, da equipe feminina de sua escola. Seu pai decide lhe matricular na Seisyu Academy e ela imediatamente fica muito animada com isso, por ter de usar uniformes tão adoráveis.
Entretanto, seu pai revela que tem outros planos para ela: ele a matriculou como um garoto, de forma que ela possa entrar na famosa esquipe de basquete da Seisyu e, assim, realizar o sonho do pai de ser um jogador profissional da NBA.
Ela então passa a jogar, mesmo sendo tão pequena comparada aos outros, na equipe da escola, fazendo de tudo para esconder seu segredo. Porém, ela também deve usar o dormitório da equipe e, com isso, passa a dividir um quarto com Eniwa Chiharu, um garoto sério, estressado e totalmente odiável. Os dois, assim que se conhecem, não se dão bem.
Faz tempos que eu não lia um mangá gender bender (que adoro, sempre me divirto muito) e, apesar do enredo meio batido (é sempre mais comum garotas que se vestem de meninos que o contrário, em mangás e dramas) para mim, fui com tudo na leitura. O primeiro volume foi okay, bem introdutório, mas o segundo me ganhou completamente e devorei o restante!
Foi um susto saber que eram dez volumes (nunca li um shoujo tão grande e estava com medo de ficar chatinho com o tempo), mas isso não atrapalhou em nada. Simplesmente amei cada capítulo! Na verdade, cada volume é até curto, alguns contendo estórias extras, e é muito bom mesmo de ler.
São tantas situações loucas pelas quais Aizawa tem de passar para manter seu disfarce e, a cada momento, parece que alguém irá descobrir. Fica toda essa tensão e é hilário, de verdade! Os personagens são ótimos, exagerados e engraçados, e gostei muito de Aizawa.
Eniwa, no começo, não me interessou muito e achei-o até mesmo chato mas, com o desenrolar da estória e com os dois se aproximando cada vez mais, fui gostando bastante dele. Só foi meio monótono o final, quando ele se tornou tão repetitivo e deficiente de atitude em relação ao romance. Talvez ele seja apenas tímido e cabeça dura...?
De qualquer forma, o romance é muito bom e curti muito mesmo. Me surpreendeu por demorar tanto que Eniwa descobrisse a verdade sobre Aizawa, porque nas outras estórias isso sempre acontece super rápido. O desenvolvimento é ótimo, achei muito legal como não foi aquela coisa bobinha e inocente comum em shoujos.
E ganha alguns conflitos, como um triângulo amoroso mais tarde, com a entrada de Yura Kensuke. Ele é um garoto muito bonito e inteligente, ainda que problemático. Foi legal como não é bem um triângulo amoroso de verdade, já que não gosto muito, mas não gostei muito desse personagem.
Os outros entram e saem, conforme os conflitos desenvolvem e se resolvem. Preciso comentar sobre Shinji Hamaya, membro do time de basquete, que é um personagem secundário muito engraçado mesmo. Me diverti bastante, apesar dele atrapalhar demais o romance, na reta final.
Power!! me cativou mesmo, nunca pensei que leria um mangá tão grande tão rápido. Esse mangá é bem leve, como é de se esperar de um shoujo, então nenhum conflito é sério de verdade (mesmo o caso do pai dela e tal). Tem umas coisas bem loucas, então quem gosta de problematizar tudo deve ficar longe HAHA Esse mangá demorou três anos para se concluído e é visível como a autora evoluiu nesse meio tempo, principalmente sobre a arte. No início ela era um pouco poluída, mas é sempre uma gracinha (e os garotos vão ficando cada vez mais bonitos!).
Gostei muito da honestidade de Seino Shizuru, em admitir tantas vezes as pequenas falhas que houveram em sua obra. De fato algumas coisas ficaram estranhas como, por exemplo, alguns personagens que apareceram no início e pareciam que iam "causar" mais tarde simplesmente serem deixados de lados. Mas, não sei, a estória em geral é tão boa que não é nada de mais, no fim das contas. Melhor que muitos mangás fechadinhos, previsíveis e entediantes.

Avaliação:
★ ★ ★ ★ ★
Leia aqui (traduzido para o inglês).

Nenhum comentário:

Postar um comentário